Make your own free website on Tripod.com
 
 
CARACTERÍSTICAS DO SOM
 
 
São tres os parâmetros que definem um Som: A sua altura, ou seja a freqüência, ou número de vibrações produzidas por segundo, a sua intensidade, ou o quanto  forte ou quanto potente é o som, e o timbre, caractéristica esta que dá identidade a um instrumento, ou seja sabemos qual instrumento está emitindo um som, identificamos o instrumento sem que para isso precisemos ver o instrumento.

Quando vamos assistir a um concerto musical, podemos observar nos momentos que antecede a apresentação musical, os músicos afinando seus instrumentos; tomando por base a nota la3 = 440 Hz, ou ciclos por segundo - e se um violino e um piano emitem a mesma nota la3, embora a frequência seja a mesma sabemos identificar qual o som que vem do piano e qual o som que vem do violino.

Por que? Porque o conteúdo harmônico desse som é diferente para um e para outro instrumento. Quando um instrumento gera um som, além da frequência fundamental, ele gera frequências superiores de ordem par e ordem ímpar em relação à fundamental, além
do que os harmônicos são diferentes também na amplitude. Portanto a forma de onda desses instrumentos são diferentes e nosso ouvido percebe muito bem isso. Por esse mesmo motivo sabemos distinguir a voz de um interlocutor se é o individuo A, B, ou C.

É claro que esta é uma análise físico-matemática do som, mas certamente que o  o músico, o maestro, o compositor, acrescentará uma outra característica fundamentalmente importante, que é a DURAÇÃO DO SOM, através das figuras de valor de tempo, que impressas nas partituras, são o guia do músico, para transformar aqueles sinais gráficos que serão traduzidos em  maravilhosos sons -  permeados por PAUSAS, aqui e acolá, capazes de levar-nos a estados de alma de puro extase.

 ALTURA
 Aqui temos duas figuras musicais representando a nota "do", mas com alturas diferentes, uma está separada da outra 1 oitava.
INTENSIDADE
A intensidade define a potência de um som emitido. Pode ser mais fraco, menos fraco, quase um sussuro... A intensidade de um som é medida em Decibeis.
TIMBRE
Se tomarmos 3 instrumentos diferentes tais como o violão, o clarinete, o oboé e o instrumentista fizer soar a mesma nota musical, de mesma altura, e gravarmos separadamente cada um deles e depois colocarmos na tela de um Osciloscopio - (instrumento que permite ver as formas de ondas geradas por estes instrumentos) e cotejarmos ainda essas formas de onda com a forma de onda de um diapasão com a mesma freqüencia (uma onda senoidal pura) - verificaremos que suas formas de ondas, embora tenham a MESMA FREQÜENCIA, OU MESMA ALTURA, apresetam formas de ondas diferentes e também apresentam um espectro de freqüencias componentes - (Harmônicos) - de amplitudes diferentes.

Repare na figura acima que o sinal senoidal puro - (Diapasão)  -  não tem Harmônicos. Então é justamente essa diferença na forma de onda que faz com que identifiquemos cada um dos instrumentos. O órgão humano que faz essa distinção é a cóclea, que é um analisador biológico de espectro de freqüencias. Na escrita musical há que se indicar todas as informações para execução de um som,
assim a duração é indicada pela figura da nota e pelo andamento. A intensidade - pelos sinais de dinâmica. A altura pela posição da nota no pentagrama e pela clave. O timbre - pela indicação da voz ou instrumento que deve executar a música.
 

DURAÇÃO
 Aqui vemos  a mesma nota dó de mesma altura com duração difentes no primeiro e no segundo compasso. As partituras contém todas essas informações para que o músico saiba qual a altura do som (freqüencia) - qual a intensidade e qual a duração deve imprimir na execução das notas musicais para que possa exibir uma peça musical. Então vemos que o conteúdo informativo de uma partitura é uma linguagem universal. Qualquer músico de qualquer lugar do mundo ao pegar uma partitura deve entender o que está escrito não importa qual a nacionalidade ou a lingua máter de quem a escreveu....!!! . A escrita musical é o "Esperanto" que deu certo...porque esta é praticada em todo lugar do mundo e o "Esperanto", embora tenha o caráter universal é praticado por muito poucos.
Retornar a página de teoria